terça-feira, 29 de dezembro de 2009

...

23 de dezembro de 2009, um calor danado, nada pra fazer, e mesmo que tivesse a preguiça está sentada do meu lado e não me deixa fazer nada, nada na internet, meu telefone não toca, até podia ligar pra alguém mas... nem tenho assunto, mas a mente não pára e começo a pensar neste ano que está acabando... cara ele quase acabou comigo, fiz tanta coisa..., conheci pessoas, sorri, chorei, bebi e dancei... beijei ...beijei ... beijei ... lembrei, aquela pessoa ... queria dizer, mas não sei o que dizer ... posso escrever, abro meu e-mail e a página está em branco, não sei o que escrever... será que a pessoa vai ler... pô é fim de ano, as pessoas ficam mais sensíveis ... renovam as esperanças, esquecem ressetimentos, é vou escrever, vou escrever com sinceridade, é o que eu sinto de verdade...


...um feliz ano novo... beijos e se cuida!

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Num beijo...





Num beijo molhado ninguém se conhece,
no momento é só prazer
depois de um adeus quando o dia amanhece eu começo a sofrer...



sábado, 19 de dezembro de 2009

Balanço

Eu só estou numa fase ruim do ano, quando chegam as festas!
Aquelas que eu odeio!
Festas capitalistas! Festas de hipocrisia!
E eu me vejo sempre sozinha espiritualmente e na mesma situação de sempre!
Faço meu balanço anual! E não vejo grandes mudanças...
Ainda há promessas não cumpridas, vontades que deixei passar, palavras não ditas...
e NADA construído!
Sabe aquele ditado? "Errar é humano, mas permanecer no erro é burrice!"
Pois é... eu talvez conheça meus maiores defeitos... e não sei como resolvê-los!
Conheço meus conflitos!
Daí... chega uma hora que a ficha cai e bate o desespero!
Uma vontade de jogar tudo por alto!
E aí eu olho ao redor, e me vejo limitada!
Limitadíssima!
Não sei se é fisicamente ou só emocionalmente!

Eu cresci... brincando sozinha e trancada em casa!
Nunca me disseram o que fazer, nem como ou porque fazer!
Acho que posso dizer que me virei sozinha!!
Quando chegou a hora eu fiz como achei que devia ser!
E agora alguns me dizem que não é assim!!!
Tudo aquilo que eu construi sozinha não é certo... infundado?
Sou mesmo uma farsa?
Onde ficam as minhas verdades?!?! Como assim elas são inválidas???
Não tenho opiniões! Não conheço!
Falo de mim, porque sei algo de mim. Algo que pode não ser tão profundo, mas é o que eu sei!

E aí... eu fico novamente sozinha... pra recomeçar!
Mas, ainda, ninguém me disse como é que se faz!
Só ouvi que estava errado!

Eu só queria ajuda...
Será tarde para ajudas?
Tarde, eu não sei. Sei que todos sempre têem algo para fazer, e não têem é tempo!
É... mais uma vez, terei que começar sozinha!
O que eu quero?


terça-feira, 15 de dezembro de 2009

hoje lembrei...


...você é meu tesouro!!!... rsrsrs era o que ele me dizia antigamente, lembrei disso hoje, lembrei da infância, os mundos que eu criava... meu pai sempre foi muito legal comigo... eu me lembro de como eu ficava feliz quando ele chegava... ele via o meu tesouro, o tesouro que tem dentro de mim e que hoje eu não consigo mostrar pra ninguém... de tanto esconder acho que perdi... rsrs... lembrei das brincadeiras que eu inventava... sozinha... imaginava um mundo diferente... minha mãe sempre esteve lá, demorei pra entende - lá mas hoje a vejo claramente, vejo como ela gosta de mim... é o que eu tenho, meus pais, boas lembranças, ...será que eu sobrevivo com isso?
 ...na minha infância era tudo tão mais fácil, não precisava de muito pra ficar feliz, o que eu tinha me bastava, ria á toa... de tudo... minha mãe até se irritava as vezes rsrs... me lembro de quando eu ficava sentada na frente de casa e os meninos da minha rua ficavam jogando vôlei... todo fim de semana eles jogavam, eles eram mais velhos... bonitos... e eu gostava de ficar ali, olhando... admirando... não queria nada... me bastava ficar ali, vendo seus gestos, observando seus sorrisos... lindos, ...não queria conhece-los melhor ou participar da brincadeira, ficava feliz só em ver... mas hoje isso já não basta, quero tudo e no fundo não sei o que quero de verdade... me lembro do dia em que descobri que eles reparavam em mim... novamente isso me bastou, ficava feliz com tudo, qualquer coisa... qualquer “nada” de atenção...mas hoje preciso de mais,... o “nada” não é mais suficiente, quero tudo que eu possa ter... tudo que quando criança jamais sonhei... tem dias que quero voltar pra lá, meu mundinho infantil... sem problemas, sem cobranças... com tudo tão ao alcance da imaginação, sem injeções de realidade, sem relações superficiais... não posso mais voltar... mas hoje talvez me baste lembrar... como foi bom e pensar como pode melhorar...

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Éh...

Só tenho tempo pras manchetes no metrô,
e o que acontece na novela alguem me conta no corredor,
escolho os filmes que eu não vejo no elevador, pelas estrelas que eu encontro na critica do leitor...

Eu tenho pressa e tanta coisa me interessa, mas nada tanto assim,

Só me concentro em apostilas coisa tão normal, leio os roteiros de viajem enquanto rola o comercial,
conheço quase o mundo inteiro por cartão postal, eu sei de quase tudo um pouco e quase tudo mal...

Eu tenho pressa e tanta coisa me interessa, mas nada tanto assim!

Sorriso


"O sorriso é a manifestação dos lábios, quando os olhos acham o que o coração procura."

Sorrio quando te vejo!

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Sou!

Quem sou?
Sou alguém cujo o egoísmo é mais forte do que a sua capacidade de Amar!!!

... Dominada?
Não! Pois...
...Estou aprendendo do Amor!
E assim domando meu egoísmo intrínseco.


É assim mesmo:
Pragmática e egoísta demais para me importar e me adaptar!

Eu sou...
Tu és...
Ele é...
Nós somos...
Vós sois...
Eles são...


"Aprendizagem da Borboleta!
Sair do casulo é natural, bater asas com graça... é outra história!
Meus delicados vôos vem acompanhados de saber!
Estão sendo monitorados!
Preciso saber!"
(Palavras de Fada Madrinha!)

O importante é que reconheço!
é o começo!
...
Estarei lustrando brilho de delicadas asas de borboleta!
Tudo tem um preço!

Preciso me Adaptar!

Beijo
Cáh!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

ela vEio !!!

... hoje ela veio, me pegou, juro tentei fugir mas tem dias...

esses dias em que eu odeio ser mulher, parece até que vou sair de mim, com essas sensações e irritações... cansa, cansa muito... hoje ela venceu, me venceu, talvez amanhã eu mande ela embora(tenho que mandar ela embora de qualquer jeito)... me livro dela por uns vinte dias, vinte dias de paz e felicidade, mas enquanto ela não vai de vez, sei lá... vou ligar pra alguém, pedir um colo de mãe, comprar um chocolate... vou tentar contrololar os hormônios gritando dentro de mim... quem sabe...

acho que com chocolate eles se acalmam...

sábado, 28 de novembro de 2009

Anonimato


"Anonimato...
O que dizer do anonimato se não que é desconhecido e que tolo, desconhece...
A coragem que falta ao anonimato, me exalta a disposição em minha exposição singular...
Ahh! Anônimos... Sinônimos de pouco saber...
Mas perdôa-se!
O que é o ser se não a liberdade de ser ou não ser diante do meu ser..."

De alma despida!

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

LuZ NegRA !!!



Sempre SÓ


Eu vivo
PROCURANDO
alguém que sofra como eu... TAMBÉM
Mas não consigo achar... ninguém

SEMPRE só

E a vida vai SEGUINDO assim

Não tenho quem tem dó de mim

Estou CHEGANDO ao fim...


A luz negra de um DESTINO cruel

ILUMINA um teatro sem cor

Onde ESTOU representando o papel

De PALHAÇO do amor...

Sempre só

E a VIDA vai seguindo assim

Não TENHO quem tem dó de mim

Estou CHEGANDO ao fim...





Estou chegando ao FIM...















sexta-feira, 20 de novembro de 2009

feRIaDo !


É... hoje é feriado, dia da consciência negra, um pouco de consciência realmente não seria má ideia... estou com novos planos, tentando uma nova consciência... conhecer lugares novos, provar novos sabores, ver outros rostos... rever antigos talvez...estou sentindo uma pontinha de ansiedade, anseio o que ainda não vivi, sinto falta do que ainda não senti... talvez um novo trabalho, uma nova escola, um novo amigo, ... anseio o novo, e ele demora a chegar, tem momentos que acho que não virá, mas minha consciência não perde a esperança e me contento ao sonhar... sonhar com o dia em que nenhuma consciência faltará...

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Falta


Andei conversando com meus pensamentos, e após esse monólogo comigo mesma cheguei a conclusão de que sinto uma falta. Falta de quê/quem eu não sei. É apenas falta. Não encontrei outra definição para esta falta. Deve ser a falta do teu olhar... da sua voz, seu toque. Falta da melhor amiga, falta de novidades para contar à ela. Falta de uma caipirinha de saquê. Falta de um abraço. Falta de DEUS, de rezar... de proteção. Falta de ser ouvida. Falta da minha fada madrinha. Falta dos meus filmes no domingo a tarde. Falta de sair. Falta do sol. Falta da lua... Falta de suspirar, me apaixonar. Falta de esperar o telefone tocar. Falta de chorar. Falta da minha música preferida. Falta de trabalhar num local organizado. Falta de ler uma carta. Falta de comer pizza. Falta de ler. Falta de esperar. Falta de pensar no meu futuro. Falta de sonhar. Falta de chocolate. Falta... estou com falta. rss

Cai a noite na cidade!



O mundo apagou..., sério ontem tive medo... tá bom, tudo bem, eu sei uma mulher do meu tamanho com medo do escuro...rsrs, de repente me veio a sensação de como a gente é frágil, de como estamos reféns da tecnologia... parei pra pensar... em segundos milhares de informações, o celular virou um artigo de primeira necessidade para sobrevivência humana, a sociedade é engraçada, sozinhos com nossos pensamentos somos uma coisa, unidos em sociedade somos outra, transformamos pensamentos, agimos de acordo com a multidão, e até eu sempre tão segura e consciente, por alguns istantes tive medo... tá bom, confesso que foram uns medos bobos, tipo “como vou carregar o celular?”, ou “como vou tomar banho?”, “se não tiver metrô como vou trabalhar?” ...sim tive medo dessas futilidades, mas analisando mais profundamente o mundo está cada vez mais fútil, as pessoas cada vez mais egoístas ... na escuridão surgem os pensamentos que me levam... talvez para luz, mas não... ainda estou longe de lá...








segunda-feira, 2 de novembro de 2009

e agora?




amizade... a nossa começou em 18 fevereiro de 2008( segundo a Camila pq eu não tenho a menor idéia...rsrs) era inicio do ano letivo do tecnico de contabilidade na ETEC Camargo Aranha,aula de economia um trabalho em grupo, depois fomos embora juntas e começamos a conversar... puta a gente era muito diferente... ela me achou só mais uma e eu achei que ela era uma a mais, mas td bem a gente tinha que voltar juntas todos os dias depois da aula no mesmo onibus até metade do caminho, então a gente conversava... conversava muito, sobre tudo... dois meses depois a gente descobriu que até tinhamos algumas coisas em comum... tipo... eu não lembro de nenhuma agora mas alguma coisa nos ligava... ela era a menininha doida pra descobrir o mundo, e eu era a que achava que sabia o caminho... é uma tinha o que a outra não tinha, e assim foi... a gente já passou por muita coisa, hoje estamos num momento diferente, tudo tão rápido... e ao mesmo tempo parece que a gente se conhece a séculos... e agora vamos passar por uma nova etapa... não estaremos mais todos dias juntas, compartilhando todos os momentos de perto uma da outra, espero que isso seja bom... afinal uma raiz bem plantada, não precisa ser regada todos os dias... me preocupo com ela... sofro com seus problemas e penso em milhões de soluções... agora ela vai ter que andar sozinha, rsrs olha só quem fala, como se eu fosse super ... ela só não enxerga(burrice talvez rsrs) que eu preciso muito mais dela do que ela de mim... eu que tô fudida agora, rsrsrsrs mas sobrevivo, e você????

A Réplica Camila diz: rss Eu te amO Cristina! Bom, eu não imaginava conhecê-la... mas foi inevitável!rss Nossas voltas pra casa, me fizeram bem... e hoje ela é um pedaço de mim... tá, tá... exagero! Mas ela é minha melhor Amiga! Quando eu era criança, sempre quis ter uma melhor amiga! Pra dormir em casa, contar segredos, brincar, paquerar os gatinhos.... sei lá.... era brisa de criança! Hoje vejo, que amizade não é só isso, vazio. É estar perto, se preocupar, se importar... ouvir e nao apenas escutar, dar força, aconselhar... é tudo que ela faz por mim. Isso é recíproco, apesar dela me considerar uma egoísta sentimental que se faz de vítima. rsss Só um pouquinho, mas com ela eu sou eu mesma! Não preciso, evitar certos pensamentos, certas palavras, certas atitudes, nem segurar o choro. Ela sabe de mim, e eu "acho" que sei dela. Mesmo ela sendo um livro que todos só leem até a página 2, eu cheguei até a página 6. rsss Não sei quantas páginas ainda faltam pra eu ler, mas eu estou gostando de ler! rss Ela me zoa! Demais!!!!!! Briga comigo, briga e briga. É, talvez eu faça algumas coisas sem pensar, ou sei lá... erradas, mas ela podia fazer vista grossa, e me aliviar. Não! Ela não deixa! Nada passa! Nada! Mas é exatamente por isso que eu estou melhorando! Estou me curando! rsssss Ela me faz bem! Olha Cris, eu estou tentando viu!
Vou sentir falta de tocar no seu ramal... rss Obrigada por existir e ter esperança em mim! Eu gosto das conversas, dos nossos encontros e desencontros, de quando zuamos juntas, do nosso pensar. É isso aí!

é e agora? rsrs depois a gente conta...

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Óciosa!


Tô me sentindo meio vazia... Mas não se preocupe, não estou em depressão não! Só parei! Parei um pouco. Dei um tempo. Faz uma semana que saí do trabalho, e agora tenho um grande tempo ocioso. E por incrível que me pareça, ainda não não parei totalmente. Sempre tenho algum pepino pra resolver, e aí lá vou eu sair da minha zona de conforto. Estou dormindo até as 10 da manhã, ajudando minha mãe, resolvendo o que dá pra resolver, indo pra faculdade... e sei lá... não estou confrotavelmente confortável. Tô com preguiça até de pensar. Fico bobando o dia todo. Ainda não parei pra atualizar meus cadastros em sites de emprego, nem fiz os trabalhos da faculdade, até meu exame demissional... tô enrolando pra ir fazer. Não tive coragem de ler os livros que comprei... Alguns amigos se dizem preocupados com minha pessoa... dizem que estou desanimada... talvez eu esteja só com preguiça... De repente os assuntos sumiram e sinto as pessoas distantes. Como se ninguém se importasse. Queria escrever um texto bem alto-astral, descolado... polêmico... rss, mas não tinha inspiração. Pensei em dizer o que estou sentindo. Escrevi. Não acho que seja depressivo, nem algo do gênero... é só um desabafo momentâneo. Eu gostava de onde trabalhava, gostava de ter minha melhor amiga por perto, mas não me sentia bem, no que fazia... me desmotivei... e aí perdi meu foco e o controle. Sinto-me aliviada, por te gritado socorro, e mostrado maneiras de me adaptar... é uma pena eles terem rejeitado. Sinto falta de um amor, de me apaixonar, de ser conquistada. Beijar... é bom, mas não é suficiente. Beijei muito, beijo muito, continuo beijando... mas não estou completa. Quero algo além. Sinto falta de uma coisa que eu não sei o que é. Sou temperamental e por isso sempre perdi e afastei as pessoas de mim... hoje eu só perco ou afasto as que não merecem nada de mim, à não ser meu desprezo. Tenho, apenas, quem eu quero ao meu redor... mas hoje, exatamente hoje, estou meio sozinha. Introspectiva, é o que estou. Me pergunto porque as coisas acabam. Elas acabam pra você ter uma nova chance recomeçar e de fazer diferente. Mas eu sempre repito os mesmos erros. E sempre termino com esse sentimento de que fiz tudo errado.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Parabéns !!!



È passei pra dizer... caraca nem sei o que dizer... acho melhor não dizer nada...
ODEIO isso, é ... já sei, vou dizer o que eu ODEIO, é vou dizer tudo o que eu odeio naquilo que eu AMO, afinal todo mundo diz que o AMOR e o ÓDIO andam juntos não é... pois então vamos lá...

1- Odeio insegurança (principalmente a sua):
Caraca como isso me irrita, mêu viver é correr risco, acordar de manhã é perigoso pra caralho, então a gente tem que se jogar, viver intensamente tudo o que tiver de viver, sem medo de arriscar, sem medo de ser feliz... então CORAGEM porra!!!

2- Odeio infantilidade (principalmente a sua):
Odeio, ponto, não sei explicar por que, só sei que odeio, odeio a sua, a minha a de todo mundo, elas são diferentes e eu odeio todas, então contente-se com isso!!!

3- Odeio tristeza (principalmente a sua):
Isso é o que eu odeio mais, isso que te toma de repente, mêu de repente mesmo, tudo tá bem no segundo seguinte, tudo fica cinza, e eu fico aqui me matando pra reverter isso, às vezes até consigo, mas quando não, cara eu fico muito puta, por que fico de mão atada, paralisada pela sua tristeza, me sinto uma inútil, sem poder fazer nada pra mudar, e isso me incomoda muito, definitivamente ODEIO tristeza(principalmente a sua)!!!

Poderia passar horas aqui, escrevendo, escrevendo tudo que eu odeio, mas de repente me bateu uma insegurança, um medo de magoar quem eu amo com esse monte de bobagem, eu sei só falo besteira sou muito criança,... não posso dar parabéns e pronto, tenho que falar falar falar ... sei lá fiquei triste agora...é acabei de ter um medo infantil que me deixou triste, rsrs... acho que o que eu odeio não está exatamente em quem eu amo, mas em mim... só me resta tentar arrumar,mas como? O que eu posso fazer? ...talvez eu possa agradecer ...é vou agradecer... a quem eu amo por tudo...

... por me ouvir(todas as merdas que eu falo e escrevo), por se importar, por me acompanhar, por me suportar... enfim tudo... obrigada de verdade... e...
Parabéns... por ser assim tão... você, rsrs

Com todos os medos e infantilidades e tristezas, rsrsrs ... é assim mesmo... do jeitinho que você é, obrigada por me deixar fazer parte disso, do que eu AMO não preciso dizer né?!... ta bom se você quiser muito ouvir, eu falo depois... afinal AMOR de amiga entende tudo né, até o ÓDIO...

Espero te ver daqui a pouco, linda, feliz e pronta pra enfrentar tudo o que vier, e pode ter certeza que eu vou estar lá, do seu lado, sempre que precisar e se não precisar também, rsrs... sempre que algum idiota que beija muito bem destruir seu coração, vou estar lá, sempre que você estiver animada pra sair e beijar todo mundo também vou estar lá, se precisar de um ombro, adivinha eu tenho dois, rsrsrsrs(essa foi horrível, kkk mas vc é minha amiga então dá risada ai viu) nos momentos bons, ou nos ruins, sempre que quiser conta comigo...

Sei que o mundo da muitas voltas, e que nossas vidas podem tomar outro rumo mas espero que nossa amizade tenha sempre raízes fortes, para enfrentar qualquer tempestade... bom acho que agora chega, já disse tudo, mas só queria pedir uma coisa...

Por favor, seja muito, muito, muito FELIZ, viva sempre intensamente, e me liga de vez em quando blz...

Á já ia me esquecendo...

FELIZ ANIVERSÁRIO




quinta-feira, 22 de outubro de 2009

diz pra mim...



Acompanhando o raciocínio da minha amiga no texto anterior e refletindo com as próprias experiências, vou ter que confessar que a minha fase é a do ENSINO MÉDIO (apesar de achar q eles nunca saem dessa fase, mas enfim) mas dentro dessa classificação existe uma sub-classificação, é isso mesmo...
o meu por exemplo(“o meu” é foda né...rsrs) o ENSINO MÉDIO em questão por exemplo, tem um tipo bem peculiar, ele não diz exatamente o que quer, pra falar a verdade ele não diz nada, mas faz muita coisa, é faz e faz muito bem, talvez isso pudesse suprir a deficiência que ele tem com as palavras, mas porra eu sou MULHER,
tenho necessidade de me expressar, ta bom não preciso falar pelos cotovelos(há momentos que as palavras são desnecessárias) mas pô eu preciso de uma interação, tudo bem no momento que não é necessário falar ele é ótimo, mas e o resto... eu quero mais, muito mais... e eles será que se contentam com tão pouco? Será que só o físico é suficiente?

quero muito acreditar que não... muito mesmo, tenho esperança nos homens, mas ás vezes fico desiludida, ...tudo bem... confesso... cansei de ficar por ficar, CANSEI... quero ir além, quero viver e sentir tudo aquilo que eu nunca senti antes, e posso falar, eles não estão me ajudando...
Quero que ele fale, fale sobre ele, sobre o que ele gosta, sobre o que ele quer, sobre tudo o que tem na mente enfim... tudo bem eu sei, eu sou a “consciente”, eu tenho que dar o primeiro passo, mas também sou um pouco insegura e até posso admitir isso, ao contrario deles...

Talvez se eu pedir ele fale...

Fala amorzinho, pode falar...




segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Sentimental


Essa vai especialmente pra minha amiguinha sentimental...

especial e sentimental,
sentimentalmente especial, especialmente sentimental... Cá pra você!!!

"O quanto eu te falei que isso vai mudar
Motivo eu nunca dei...

Você me avisar, me ensinar,falar do que foi pra você,
não vai me livrar de viver !
Quem é mais sentimental que eu?!

Eu disse e nem assim se pôde evitar...

De tanto eu te falar,
você subverteu o que era um sentimento e assim fez dele razão...
pra se perder no abismo que é pensar e sentir

Ela é mais sentimental que eu!
Então fica bem... ...se eu sofro um pouco mais..."



sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Eu não existo sem você...

hoje estou romântica, inspirada...

por isso vou colocar aqui um poema
de um autor que admiro muito...



esse poema fala sobre o amor, e como não existimos
sem esse sentimento...










"Eu não existo sem você

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor só é grande se for triste
Por isso, meu amor não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você

Assim como o oceano só é belo com o luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Se não tem amor não é viver

Não há você sem mim
E eu não existo sem você"

Vinicius de Moraes

terça-feira, 6 de outubro de 2009

5 tipos de Homens!

Estive à pensar!

Pensar no mundo masculino, e em seus tipos.

O virgem, o galinha, o narcizista, o ensino médio e o bom de papo.

Todos eles tem algo em comum: São, o que chamamos de Homens!!

Homens que fazem a vida, de nós mulheres, mais agitada e confusa. Cansa a nossa beleza!

*O virgem > ele é bonitinho, carinhoso, atencioso, gentil, mas é virgem!! Não tem a pegada! E na hora do "vamo-ver", ele não tem ação... e você fica na mão. Inexperiente, tadinho! Se seu lance não é sexo, ele é o cara!!

*O galinha > ele é sedutor, engraçado, mente aberta, descolado, se veste bem, tem diálogo... mas está com todas ao mesmo tempo! Ele não chega a ser tão gentil, mas ele é experiente! Isso importa... faz muita diferença! Saberá exatamente o que fazer, na hora H! Não fique com ele se você quiser algo sério. Ele será seu e de todas... um canalha, sempre! Safado, sem vergonha, mentiroso, mal-caráter! rs Isso não dá pra mudar!

*O ensino médio > esse é uma graça, é fofo, meigo, ingênuo e até beija bem... mas não tem conteúdo. Ele ainda não tem opiniões formadas, e não terão diálogo! Não se veste bem, e assiste novelas. Ele também se encaixa no quesito "virgem". É bobinho ainda... A não ser que você esteja disposta a ensinar... hum...! Já pensou, ser a primeira... é uma possibilidade! uiuiui

*O narcizista > ele é extremamente apaixonado... por ele mesmo! Ele é perfeitinho, e é o tipo de cara que sua mãe adoraria. Só sua mãe! Se vangloria de tudo. Com ele, talvez, você consiga um diálogo, mas cuidado ele sempre "achará que sabe mais, e falará como uma matraca", e isso pode ser arriscado! Ele é o cara "SE" ... SE veste bem, SE perfuma, SE arruma, SE adora e SE sente!!!! Será um chiclete, não te deixará em paz por muito tempo. Como ele se ama demais, ele acredita que você também tem que amá-lo! Vai querer toda a sua atenção, por se julgar o máximo! No começo até que é legal, mas depois do 2º beijo... Aí é com você!

*O bom de papo > esse vai te conquistar com as palavras, vai te seduzir, te encantar, fazer promessas e dizer tudo aquilo que você quer ouvir de um homem. Te deixará nas nuvens. Mas cuidado, ele não vai até o fim! Você vai ficar literalmente na mão! É... e quando você estiver sentindo-se apaixonada, com seu ego lá no alto, olhe novamente... ele não estará mais por perto, afinal ele só é bom de papo!


Se você ainda não conheceu algum tipo desses, relaxe ... você ainda vai conhecer... rssss

Bjo
Cáh!

atraZo...


é tudo bem, eu admito.. eu atraZo!!!
sempre em tudo!
sei lá parece uma coisa, em todos os lugares...
sempre, por mais que eu tente, não consigo evitar...

queria entender por que todo mundo se apega tanto a horários,
regras e convenções, meu o melhor é ser livre!
caraca, penso todos os dias no quanto seria bom viver sem horários...
num lugar que o tempo sirva só para denominar o amanhecer e o anoitecer...

eu só quero liberdade, estou cada dia mais livre, mesmo presa nesse atraZo infernal...
questiono!
discordo!

sim acho que ela está vindo afinal...

atraZada!

mas, nunca é tarde, né!!!

*PS: o "Z" em destaque na palavra "atraso" é um protesto! Um protesto contra os apegos! Apegos à horários!

sábado, 3 de outubro de 2009

10 minutos



"Por que você não atende as minhas ligações? Sei que você tem lá suas razões. Olho milhões de vezes sua foto. Me pergunto em que ponto perdemos o foco. Por que você não atende, se vê que sou eu? Será que é teu jeito de dizer adeus? Rodo mil estórias na minha cabeça. Daqui a 10 minutos talvez eu enlouqueça. Fora! Seu silêncio me devora! Algo diz pra eu ir embora. Não entendo os seus sinais. Mas fica com você, a desculpa pra inventar, quando resolver ligar, posso não te querer mais. Olho pra pessoa em que você me transformou, e depois não quis mais, abanou! Vejo que a vida me prestou esse favor. Me fez sempre pronta pra viver um novo amor. Um novo amor."



(Ana Car9lina/Chiara Ciavello - CD N9ve)




sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Maçã...


Se esse amor ficar entre nós dois,

vai ser tão pobre amor, vai se gastar

Se eu te amo e tu me amas, um amor a dois profanas
um amor de todos os mortais, por que quem gosta de
maçã, irá gostar de todas, por que todas são iguais,

Se eu te amo e tu me amas, e outro vem quando tu
chamas, como poderei te condenar, infinita tua beleza
como podes ficar presa, feito santa no altar,

Quando te escolhi para ficar junto de mim, eu quis
ser tua alma, ter seu corpo tudo enfim, mas compreendi
que ALÉM DE DOIS existem mais,

O AMOR só dura em LIBERDADE, o CIUME é só VAIDADE
sofro mais eu vou te libertar, o que que eu quero se eu te
privo do que eu mais venero que a BELEZA de DEITAR...


essa vai para todos aqueles que amam a liberdade de amar...


acho q hoje rola baladinha.... haha
aguardem...

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

!



Olá, quanto tempo não é?
Pois é... rsss

Andei em recesso, precisei de um tempo. Muita coisa acumulada pra resolver!
Sabe, a vida não é só cor de rosa, nem lilás... ela é colorida! Cheia de cores vibrantes e emocionadas. Gosto de cores.
Mas vim hoje, só dar um Oi, e dizer que estou bem! rs

Tenho refletido muito... e escutado muito do que se sabem sobre mim.

Cristina, minha melhor amiga, me disse coisas importantes, coisas que eu escuto, guardo, penso e tento por em prática. Ela não me dá muito crédito, mas um dia eu chego lá. Nossa! Como ela me dá broncas.

Marluce, minha "mãe de coração/fada madrinha/amiga/consultora", me faz críticas positivas, sei que é pro meu bem. Ela, como toda boa mãe, tem o dom de prever se meus passos vão dar certo... rs, ela vê o mundo com minha cor... me entende como nem eu mesma me entendo.

Carol, a minha "nunitinha", minha pequena, minha irmã, ela é tão importante. Enxuga minha lágrimas, briga comigo, rí das minhas piadas, me dá apoio e broncas... ela existe!

Nossa! Como eu levo broncas!

Mas, são broncas boas, broncas do bem!

Como são importantes!

Obrigada por existirem, isso basta!

Sou feliz!

É isso aí!
bjO
Cáh

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

A Noite


A noite está chegando e com ela vem uma sensação muito boa, desde criança eu gosto da noite,

do gosto que ela tem,
do mistério que ela esconde...,
minha irmã diz que é genético, que a gente herdou do nosso pai, pode ser... não questiono,
mas gosto, nem precisa ser noite ainda, o entardecer já desperta meus sentidos, derrepente quero tudo, tudo que ela pode me proporcionar, quero a liberdade de fazer tudo que quizer, beber, sorrir, dançar, gritar... gritar bem alto, o mais alto que eu consiga,

... sinto falta disso, falta da noite, das luzes, dos sons, das pessoas...
elas não me acompanham mais, umas mudaram de vida, outras nunca tiveram essa vida, algumas querem ter essa vida mas ainda falta muito, eu continuo a mesma, a admiração que eu tenho por ela não sai de mim, nunca vai sair, não sei se quero que ela saia um dia, gosto disso, a noite me dá poder, me dá força, controla meus desejos, e consigo tudo o que quero, fiz até ele me ligar, rsrsrs(depois as mulheres é que são fáceis,rsrsrs ) ele ligou, me encontrou, não foi perfeito mas foi do jeito que eu quiz, a noite me deu isso...

... ela me leva, sempre me surpreende... me instiga, hoje vivo num outro momento, hoje a vejo de outro ângulo, não é um ângulo ruim, é apenas diferente... minha visão está mais madura, agora estou no controle, e ela não me domina mais da mesma forma...

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

hoje é sexta-feira!!!

Sexta, finalmente... dia de relaxar, de sair, de balada!

As melhores baladas são na sexta-feira, sexta inspira, te faz sentir que valeu a pena ralar a semana toda.
A noite tem mais brilho, os sorrisos são mais largos, os olhares são mais nítidos, os desejos mais incontrolavéis...

É... sexta-feira! Até a palavra é legal de falar, vai repete comigo: S-E-X-T-A - F-E-I-R-A, demais né?!?!

Bom hoje você é livre, pode tudo o que quizer, se fizer merda...

na segunada a gente vê!!!

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Preciso


Preciso me organizar. Andei meio dispersa esses dias. Faltei à algumas aulas, não fiz minha atividades estudantis. No trabalho tenho estado perdida e meio em débito com minhas obrigações. Andei irritada e sem paciência com certos acontecimentos. Até minha gastrite resolveu atacar em dupla com minha "tpm'', me abalaram as estruturas físicas. O sono tem fugido de mim... e pensamentos inoportunos me entorpecem. Sem tempo para minhas alegrias perfeitas. Como tenho andado relapsa! Preciso ligar para alguns amigos e me desculpar por ter estado em falta. Deixei-me levar por uns prazeres mundanos. E não dei atenção ao que realmente interessa-me. A única coisa que fiz de útil, foi quitar minhas dívidas. E isso já me tranquiliza. Ah! Também levei minha irmã ao cinema... fazia um tempo que já não tinha tempo para curtí-la... meus sábados eram reservados, dedicados a investimentos infrutíferos. Meus entes tão especiais... sinto falta de minhas alegrias perfeitas... de minha "fada madrinha" tão sábia... tentou me alertar sobre passos tão incertos. Ignorei! Seus podres começam a aparecer, é sinal de que minha cegueira está melhorando. Sinto-me envergonhada por ter estado dispersa! Mas feliz por estar enchergando meus erros, seus erros e nossos erros.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

eu quero é mais!!!


olha só, acordo todos os dias às seis da manhã(acordar não quer dizer levantar da cama) fico enrolando na cama até ficar suficientemente atrasada, levanto correndo, tomo banho, escovo os dentes, visto a roupa e faço gongyo, ... pego metrô cheio(cheio não é uma boa definição para o metrô de manhã, lotado talvez fique mais próximo da realidade, mas enfim) chego no trabalho, atendo milhares de telefonemas, escuto as piadas do chefe, digito e cadastro, tiro relatórios, faço planilhas, saio do trabalho, volto ao metrô que á esta hora está insurportavelmente mais cheio do que pela manhã, chego na aula, exercicios, trabalhos, TCC, professora chata, colegas superficiais, saio da aula, desta vez pego ônibus que adivinha esta lotado, minha casa todos os dias fica cada vez mais longe, chego por volta da meia-noite, faço gongyo, troco de roupa, como, vejo TV e durmo... caraca já são uma e meia da manhã... ufa !!!

... e tudo isso para quê ?? eu quero tanta coisa, um trabalho melhor, um lugar melhor pra morar, melhores roupas, conhecer lugares, enfim, tanta coisa, mas o que eu faço pra conseguir tudo isso?? é você acertou, ... não faço nada ... isso ai que você acabou de ler todo mundo faz, mas desse todo mundo quantos conseguem chegar á algum lugar, quantos?? É ,muito poucos e esses poucos se esforçaram muito, lutaram de verdade, sem desistir, talvez seja esse o problema, vou confessar, ultimamente a preguiça tem me dominado, mas cansei dela, esse comodismo não vai mais me sugar, não quero mais ... quero ser alguém, quero ajudar as pessoas, quero ter tudo o que eu quero, quero conquistar o mundo, só depende de mim... só de mim, ela não vai mais me dominar, já que é pra se matar todo dia, eu quero resultados pô, quero ser a melhor, por isso tudo que eu faço tem que ser para o melhor, não avançar é o mesmo que retroceder, não vou mais ficar estacionada, vou andar, voar se for possivel, me arriscar sim, afinal viver é perigoso, e eu escolhi estar aqui e correr esse risco... por isso vou viver tudo intensamente, vou aproveitar os momentos ruins para não ter que vive-los de novo, e os bons para valorizá-los e sempre te-los, é isso ... espirito renovado,


cada dia é um novo dia,

e esse inverno vai passar ...

terça-feira, 8 de setembro de 2009

...agora?


Esta noite em meus sonhos, você já não estava... senti tua falta. Sim! Quiz dizer-te de mim, de meus sentimentos. Pensei em como tudo aconteceu... e em como eu não havia me preparado. Tinha tanto a dizer... e tanto a não dizer. De repente... meus planos ao teu lado, ainda estavam ali... quentes, guardados. E você continuando seu caminho. Me peguei com um sentimento de vazio... de "e agora?". Pois é... mais um dia raiado, e você só em pensamento, não será mais como antes, e eu não torcerei pela chegada do fim de semana... Meu coração baterá na esperança do teu ligar... O dia amanheceu chuvoso. Deve ser um sinal... de que o telefone não vai tocar! A vida vai continuar... e eu logo estarei sorrindo pra alguém...

domingo, 6 de setembro de 2009

Penso, logo...


...Existo!
Sim! Porque não?
Minha voz ativa anda meio rouca, e deve ser por isso que alguns não têm me dado tanto crédito. Ultimamente, muito frequentemente, tenho me escutado dizendo: "Sim, claro... não tem importância..." e isso não é muito bom!
Não é bom, se você só disser isso! Observei que as pessoas, às vezes, querem ouvir um "não"..., pelo menos elas fazem por onde, pedem subliminarmente. Mas eu as tenho poupado do meu "não". Cedi.

*CEDER: Desistir (em favor de outrem); Não resistir, curvar-se; Conceder, concordar em; Dar de si, mover-se, abalar-se; Diminuir de intensidade.*

Me impor?
Sim, eu necessito!
Direi: Não gosto!
Não gosto de ser cobrada por coisas inúteis, ouvir broncas fora de hora, ficar sozinha, ficar sem notícias, de não poder ligar..., de ver o que é "meu" sendo dos outros também, odeio esperar, não chorar pra não mostrar fraqueza... choro mesmo! Dane-se!
Não gosto de não ter palavras, não gosto da distância, não gosto de horários,
nem de pensar em tudo, e de evitar aquela música porque ela me trás lembranças. Não gosto de acordar cedo. Não gosto quando você some, não gosto de mentiras... nem de sorrisos falsos. Não gosto de saltos. Odeio quando me dizem "não"..., não gosto de não poder faltar. Não gosto de não poder fazer o que dá na telha... nem de não ter dinheiro. Não gosto de pressa, de bagunça, nem de sujeiras... Não gosto da voz dela, nem de passar o dia com ela me controlando... quero é ouvir a voz dele...


Talvez tenha descoberto porque não digo "não".
Tenho medo... sim tenho medo de ficar sozinha, de não tê-los mais por perto... de não ouvir a voz, abraçá-los...
É... eu tenho medo!
Mas não é um medo ruim! É cuidado! Pra não magoar! Penso antes de dizer "não"... pra ver se há mesmo necessidade daquele "não", e balancear se esse "não" vai me trazer alegrias perfeitas... ao teu lado.


quarta-feira, 2 de setembro de 2009

medo


estou com uma sensação esquisita, acho que é medo...

medo de não ter pra onde correr, medo de não conseguir chegar
onde eu quero, medo que ela se decepcione comigo... tenho muito medo
disso, demorei um tempão pra perceber o quanto ela é importante
na minha vida, infelizmente não posso dizer que sou boa filha, mas,
tô tentando, tô tentando...

sei que vai dar tudo certo, mas a sensanção esta aqui, aquele aperto...
se ela pudesse me ouvir, só diria uma coisa...

... te amo!!!

...olhei


*...você olha para a boca. É uma sinal. Quer dizer sim! É o farol verde dizendo "Anda, acelera, vem!"... Mas não, ele é idiota demais para perceber. Então você continua sorrindo das besteiras que ele acredita, que vão te impressionar. Você olha denovo. Para a boca. E ela é linda. Muito linda, carnuda, vermelha... perfeita! Você quer! Quer tocá-la, sentí-la... se inundar no seu delírio. Você entende, é por isso que ainda estou aqui, escutando esas besteiras. Só pode ser por isso! Finalmente ele vem, chega próximo. Você sente a respiração quente, úmida... e sua boca levemente se abre... os lábios se encontram... macios, quentes... enfim... valeu a pena... e aquele segundo dura uma eternidade. Se empolgam... ele te abraça mai forte... de repente as mãos, ganham vida própria e você perde o controle. Roupas? Hã?!? Elas estavam ali? Agora você sente o corpo dele "pesando" sobre o seu, devagar... num movimento sincronizado. Os mamilos se enrijecem... são os arrepios, aqueles... que não são de frio! O cheiro dele, te entorpece. E embriagada pelo seu beijo, você sem mais pensar, se entrega.*

Por Camila e Cristina

terça-feira, 1 de setembro de 2009

"Liberade é essencial"


Diante do meu pensar falaste em liberdade! Sim! Hei de concordar contigo, pois que da liberdade me valho para dizer do meu pensamento, que em gigas e megas lhe chegam ao sentidos.

Sentidos? Sim! É com acuidade sensorial que lhe exponho minha sinestesia e o que dela resulta.

Essencial? De que outra forma se falaria em liberdade senão com essência? É com ela que está a coragem para dizer-te tanto da minha. Não vês que minha essência se liberta diante de ti?

A vida? É claro que digo "sim" ao que em mim se faz vida, ora brilhante como o início do sopro, ora ofuscada pelo teu olhar dentro do meu olhar. De qualquer forma é vida e, seja qual for a forma... Que a vida, mesmo que seja trilhando "estradas do nada em busca do coisa nenhuma". Não deixo de ir por sentir, apenas me locomovo mais lenta.

Fraqueza? Sim... Eu as tenho, e muitas. Os que se regozijam com elas, que façam bom proveito... Se precisarem de minha fraqueza, pois aí está. Eis que estou triste, e sóbria com minhas verdades. e digo, pois se não digo, a vida me surpreende com sua brevidade, e com iminência do passar sem que eu tenha dito.

Minina? Sou sim! Sou "minina" tua a dizer-te de mim que já cansas de saber.

É claro que me adora! Meu adorar-te já andou te olhando!!

Beijão? Se assim o queres... Outro igual em ti! Se não se importares... Peça com liberdade, que eu vá receber teu beijo. Direi sim, pois que com minha liberade, levarei meu beijo. Os meus sentidos ainda preferem-te em mim. Os teus sentidos ainda preferem-me em ti. Sejamos livres então! Não um do outro... Um no outro. Isso deve bastar!


domingo, 30 de agosto de 2009

Ela

Ela pensa... será que ele se importa?
Ela chora, xinga, procura argumentos... tudo isso em frente ao espelho. Seus pensamentos voam, vão à outras galáxias... Será confortável assim? Pra ela nem tanto... fisicamente é lindo, intenso e delirante. Mas psicologicamente está tudo um tanto confuso... seu coração pede estabiliadade, mas sua realidade não permite. Ele diz... "é isso aí". Ela deixa rolar, confusa, não se opõe. Ela sabe o que faz... mas não porque faz. Precisa se proteger, não pode se deixar levar... sua mente viaja pensando "em nós", mas não! Não Pode!! Ela precisa ser livre... Porque? Ela está chegando a uma conclusão... quando eis que... aparece ele, tão desprovido de dúvidas. Ela pensa denovo, e dessa vez... pensa "porque tanta anciedade...?" Ela busca espaço... é! É espaço... espaço que ela busca!
Ela continua pensando...



Sutilmente
Skank
Composição: Samuel Rosa / Nando Reis
E quando eu estiver triste/Simplesmente me abrace/Quando eu estiver louco/Subitamente se afaste/Quando eu estiver fogo/Suavemente se encaixe/E quando eu estiver triste/Simplesmente me abrace/E quando eu estiver louco/Subitamente se afaste/E quando eu estiver bobo/Sutilmente disfarce/Mas quando eu estiver morto/Suplico que não me mate, não/Dentro de ti, dentro de ti/Mesmo que o mundo acabe, enfim/Dentro de tudo que cabe em ti.

sábado, 29 de agosto de 2009

Eu e ?... e ?

Às vezes no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois

Eu fico ali sonhando acordada
Juntando o antes, o agora e o depois

Por que você me deixa tão solta?

Por que você não cola em mim?

Tô me sentindo muito sozinha

Não sou nem quero ser o sua dona

É que um carinho às vezes cai bem

Eu tenho os meus desejos e planos secretos

Só abro pra você, mais ninguém

Por que você me esquece e some?

E se eu me interessar por alguém?

E se ele de repente me ganha?
Quando a gente gosta

É claro que a gente cuida

Fala que me ama

Só que é da boca pra fora

Ou você me engana

Ou não está maduro

Onde está você agora?



- Sozinho - Caetano Veloso -


sexta-feira, 28 de agosto de 2009

nada perturba o meu sono pesado


...ontem caminhava eu em direção á escola, da estação de metrô até minha escola dá uma caminhada de uns dez minutos, onde os alunos passam por um caminho meio deserto, vinha eu pensando no texto anterior(excluido, talvez eu recoloque ...) enfim derrepente sou arrancada de meus devaneios, por uma garota, ela corria e dizia para eu não continuar andando porque mais a frente estava ocorrendo um assalto, olhei para frente e vi, dois homens segurando um garoto, eles gritavam "me dá o dinheiro, me dá o dinheiro", fiquei paralizada , mas não senti medo, não senti nada, pensei... pensei um milhão de coisas naqueles segundos eternos, pensei se eles viriam assaltando todo mundo, pensei no que eu teria naquele momento para eles levarem e, derrepente, me prendi em um pensamento que me consumiu:
"Ninguém vai fazer nada? Ninguém vai ajudar ele?
Pelo menos chamar alguém?"
Não...! Ninguém!

Muito menos eu..., eu não fiz nada, após a pausa continuei andando, ouvindo musica, não fiz nada, no caminho passei por um hospital, que estava normalmente tranquilo, os estudantes continuavam andando normalmente, sei lá, acho que nimguém viu...
Todo mundo tão preso aos próprios pensamentos, indo para a aula, ... para quê?
Para melhorar de vida, ganhar conhecimento, cultura, aprender a viver em sociedade, melhorar a sociedade em que vive, ...será?
O garoto assaltado deve ter perdido o celular, o mp3, o Ipod o dinheiro enfim, depois ele vai comprar outro e talvez nem se lembre desse dia, até ser assaltado novamente...
O bandido ganhou(roubou) um celular, um mp3, um Ipod e dinheiro, que vai gastar imediatamente e que lhe vai garantir apenas algumas horas de diversão e futilidade até voltar a assaltar... e eu, talvez me lembre algumas vezes do episódio quando passar por lá novamente, mas a vida continua, isso não vai pertubar meu sono, talvez eu continue parada sem fazer nada, o garoto também não vai deixar de dormir, muito menos o assaltante vai deixar de assaltar...
é assim, o cumulo, o absurdo é natural, faz parte do cotidiano,...
e mesmo que o garoto fosse morto pelo assaltante, ou o bandido fosse morto pela policia, ainda assim

eu dormiria tranquila...

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

sOnhei...


Esta noite eu sonhei... sonhei com seu abraço... forte, seguro e intenso.

Meus cinco sentidos aflorados...

tato: senti seu corpo junto ao meu, ...seu calor, suas mãos fortes e suaves me entrelaçando.

olfato: senti teu cheiro, de homem...

visão: vi teus olhos me dizerem... sim!

audição: ouvie sua respiração ofegante, teus sussurros...

paladar: teu beijo... doce...

Me senti segura em teus braços... eu realmente pude sentir... acordei!

E você não estava lá... foi apenas um sonho... um sonho mágico... uma leve brisa. rs =/

Passou...

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Mauricio

Já não sei dizer, se ainda sei sentir
o meu coração já não me pertence, já não
quer mais me obedecer, parece agora estar
tão cansado quanto eu,

até pensei que era mais, por não saber
que ainda sou capaz de acreditar,
me sinto tão só e dizem que a solidão até
que me cai bem...

as vezes faço planos,
as vezes quero ir,
pra algum país distante, voltar a ser feliz...

Já não sei dizer o que aconteceu,
se tudo que sonhei foi mesmo sonho meu,
se meu desejo então, já se realizou
o que fazer depois
pra onde é que eu vou...

eu vi você voltar pra mim...


lindo não é, ainda bem que caras como ele existiram,
pra transformar sentimentos em canções...

estou me sentindo exatamente assim hj...

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Eu posso ir...


Eu posso ir... a todo lugar sempre! E como me posicionarei? ... isso... fica guardado em sigilo... Mesmo com todas as mentiras, preferidas por uns... ainda acredito que é possível, ser livre, mesmo que não seja de uma forma transparente. Desabrochar e sair contando os passos, olhando luzes, nunca antes vistas, rir e sonhar sem medos de repressões... nem tudo que se deseja, se tem, mas me vejo no caminho "certo", "o meu caminho", "o meu certo". Sou nova ainda, e tenho muito que aprender, mesmo inexperiente, me sinto apta ao mundo, porque não? É quebrando a cara que se aprende... e eu quero aprender.... rs^^

Durante todo esse tempo só observando, sinto, cada vez mais, uma enorme vontade de Ser...

(SER: Aquilo que é/que existe/Estar/ficar/tornar-se/Acontecer)
É... é isso que eu quero.
O tempo, lá em casa, pode estar um tanto nublado, e com ameaças de chuva, mas é pra onde tenha sol que eu vou... vou... agora eu vou viver? Sim vou! Mesmo que que esse caminho tenha muitas curvas... eu chego lá. ^^

a priMAverA vai chegar...


É tudo continua cinza, mas aprendi q o inverno nunca tarda em se tornar primavera...
E a primavera da minha vida está cada vez mais perto,

sinto isso todos os dias, e todos os dias,
a vida fica mais difícil e mais próxima fica minha primavera,
onde eu vou desfrutar do calor do sol,
do brilho das cores e do sorriso dos amigos,
amigos q fazem falta, amigos q eu quero ter,
amigos q eu já tenho e que as vezes ficam tão distantes, sinto falta deles...
mas quando minha primavera chegar estarei preparada para deixa-la entrar na minha vida e não mais deixar o inverno chegar...

terça-feira, 18 de agosto de 2009

cinza




Hoje está nublado, cinza ... mas ainda sim vejo um colorido na cidade, as luzes, as pessoas, tudo traz um colorido diferente... hoje a cidade está cinza... mas eu só vejo colorido, em todos os lugares, olhares... mesmo nos olhares há um colorido diferente! É tudo está nublado,
cinza... e ainda assim brota um arco-íris dos meus olhos, como a esperança de meu coração... renascida e invencível...